Clique aqui e leia a versão digital
Nº 1261 ano 2017
Data:

Política Entrevista


Governador Marcelo Miranda fala sobre perspectivas de crescimento

Chefe do Executivo reafirmou seu compromisso com o dinheiro público, a responsabilidade, a busca por programas e ações estratégicas para promover o desenvolvimento do Tocantins. Além de assuntos como política e eleições.

Por: Divulgação
09/10/2017 9h:51min Atualizada em 11/10/2017 16h:13min
Foto: Elizeu Oliveira
Marcelo Miranda afirma que este ano infraestrutura teve uma atenção especial

O jornal Primeira Página entrevistou o governador Marcelo Miranda, conversando sobre o aniversário do Tocantins e o ano de 2017, com um balanço dos serviços prestados e o andamento das ações planejadas, bem como as perspectivas de crescimento para o Estado. Política, investimentos, eleições fazem parte da entrevista.

Primeira Página - O Tocantins completa 29 anos e, neste período, o senhor está em seu terceiro mandato. Sabemos que iniciou esta gestão em um momento econômico de muita dificuldade. Qual avaliação faz da sua gestão atual?
Marcelo Miranda – É de conhecimento de todos os tocantinenses a situação em que encontrei o Estado ao assumir o Palácio Araguaia. Além da crise econômica e política nacional, eu e minha equipe iniciamos a gestão com problemas pontuais, como falta de dinheiro em caixa, uma folha de pagamento em aberto, atraso com fornecedores, desorganização em contratos de prestação de serviços. Foi necessário dedicarmos tempo e esforços para organizar a casa e colocar as finanças públicas em dia.
Hoje, na contramão do que se vê no país, podemos dizer que o Tocantins cresce e se desenvolve com transparência na gestão.
 
Primeira Página - O senhor pode destacar o que foi realizado até o momento em 2017?

Marcelo Miranda - Realmente, o ano de 2017 tem sido de muito trabalho e, graças a Deus, de muitas realizações. É claro que, para isso, foi necessário um período dedicado ao planejamento e à organização da gestão, para avançarmos com responsabilidade.
Como tivemos ações pontuais em várias frentes, eu gosto de citar cada área especificamente, como é o caso da saúde pública, em que tivemos um expressivo avanço no ano de 2017.
Temos o compromisso de cuidar da nossa população, ofertando serviços e atendimento de qualidade e, por isso, estamos investindo muito em tudo o que se refere à saúde pública.
Somente este ano, já entregamos 192 leitos hospitalares no maior hospital público do Tocantins, o Hospital Geral de Palmas (HGP), que atende as demandas estaduais e também de estados circunvizinhos. Inauguramos o Banco de Olhos no HGP; entregamos mais de 80 leitos nos hospitais de Paraíso do Tocantins e Porto Nacional; reformamos e ampliamos o Hospital Regional de Augustinópolis (HRA); instalamos equipamentos de raios-x no Hospital Regional de Xambioá (HRX); entregamos a obra de adequação, ampliação e retomada do atendimento no Centro Cirúrgico do Hospital de Alvorada; e retornamos o atendimento médico 24 horas no Hospital de Dianópolis. Nós também reformamos o Centro de Atendimento Psicossocial (Caps) II, em Araguaína; entregamos ambulâncias; entregamos leitos para Unidade de Terapia Intensa (UTI); instalamos catracas biométricas e câmeras de segurança em todas as unidades hospitalares do Estado e inauguramos o Integra Saúde, uma sala de monitoramento instalada dentro da sede da Secretaria de Estado da Saúde, que exibe informações em tempo real sobre a quantidade de leitos disponíveis e dados estatísticos da área.
Além disso, conseguimos, neste ano, elevar e manter o estoque regulador de medicamentos em 90% e estamos implantando um sistema de padronização de medicamentos, que agiliza o atendimento e promove a compra correta, diminuindo o atraso e principalmente promovendo a economia.
 
Primeira Página -  O senhor destaca investimentos na saúde. O que se pode falar sobre a segurança pública, uma questão que sempre preocupa a sociedade.
Marcelo Miranda -  Se avaliarmos em comparação com os outros estados, o Tocantins é um dos que mais investe em segurança pública, ofertando qualidade de vida à população e a tranquilidade em saber que é um dos mais seguros do país e um dos mais ágeis na resolução das investigações. Atribuo esses dados à relevante parceria efetiva da Polícia Militar, da Civil e da Defesa Social e ao constante investimento do sistema público de segurança.
Não medimos esforços para investir em equipamentos e aparelhamento das equipes com a entrega de mais de 80 viaturas para várias regiões do Estado, com armamentos, munições, com a criação de mais delegacias especializadas, com a reforma de algumas unidades de investigação e, também, atendemos uma demanda da Capital, com a ampliação do serviço da 5ª Delegacia de Polícia Civil, com atendimento 24 horas. E, também, realizamos a entrega do Complexo de Segurança Integrado.
É claro que somente investir em equipamentos não foi o suficiente. Para prestar um bom atendimento à comunidade, também estamos investindo em pessoas e, para isso, convocamos os aprovados nos concursos públicos na área de segurança e estamos organizando um concurso da PM. Nossa prioridade está nas pessoas, na comunidade e na segurança. E, nesse sentido, não temos medido esforços na área e iremos continuar trabalhando para assegurar qualidade de vida às famílias tocantinenses.
 Primeira Página - Como o Governo do Tocantins enfrenta os problemas relacionados aos entorpecentes? Quais as ações para isso?
Marcelo Miranda -  A questão das drogas é realmente uma situação complicada e que, infelizmente, sabemos que o uso e o tráfico de drogas caminham lado a lado com o aumento da criminalidade e da violência. Por isso, no Tocantins, temos tido uma atenção especial para o combate às drogas. Temos um programa há 15 anos, que é sucesso e tem tido um resultado muito expressivo: o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), da Polícia Militar do Tocantins, já atendeu mais de 372 mil crianças com ações educativas que orientam crianças e jovens a se manterem longe das drogas.
Além disso, este ano, nós lançamos o projeto AcrediTO. A iniciativa é uma ação intersetorial, com o intuito de aperfeiçoar as atividades desenvolvidas pelos setores estatais, bem como da sociedade civil. E, para completar as ações educativas, temos as Caravanas da Juventude, que têm percorrido todo o Estado, de norte a sul, levando como missão orientar sobre o combate ao uso de drogas. Inclusive, temos uma edição especial da Caravana dedicada aos indígenas, com ações de cidadania para os índios.
 
Primeira Página - O que está sendo feito para melhorar a Educação?
Marcelo Miranda -  O Governo do Tocantins tem a educação pública também como uma área prioritária e estratégica. Por isso, estamos investindo na qualidade da infraestrutura das escolas, na implantação de novas metodologias de ensino, na implementação do ensino médio em tempo integral e nas ações de conscientização para a juventude tocantinense.
Doze escolas da rede estadual de ensino do Tocantins foram beneficiadas com o Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, conhecido popularmente como o novo Ensino Médio. Com a retomada do Programa de Gestão Compartilhada, aumentaram os repasses financeiros às unidades escolares, o que permitiu muitas melhorias. Inauguramos mais uma unidade no Colégio Militar, agora em Arraias, e vamos construir outra unidade em Paraíso.
Além disso, realizamos uma parceria com o Instituto Ayrton Senna, que vai permitir o atendimento a mais de 45 mil alunos das redes estadual e municipal de ensino e, é claro, fortalecer ainda mais a alfabetização no Tocantins.
Acho importante destacar que, aqui no Tocantins, na esfera estadual, o professor é muito valorizado. Se compararmos o piso nacional do professor, o tocantinense apresenta um dos maiores índices do País. No Estado, um professor da Educação Básica, nível superior, com carga horária de 40 horas semanais, tem salário inicial de R$ R$ 3.959,06. E, o mais importante, pago em dia.

Primeira Página - O Tocantins se destaca do ponto de vista turístico, com lugares muito atrativos como o Jalapão. O que o Governo tem feito para fomentar o Turismo?
Marcelo Miranda -  O Jalapão, por sua beleza ímpar, é um destino que propaga o Tocantins e dá visibilidade às belezas naturais do Estado. 
A boa notícia é que o asfalto está chegando ao Jalapão. Já publicamos, no Diário Oficial do Estado, o aviso de licitação para elaboração dos estudos ambientais necessários para licenciamento ambiental das obras de pavimentação asfáltica.
Serão 200 quilômetros de rodovias no Jalapão, um investimento de US$ 120 milhões sendo US$ 72 milhões de dólares provenientes do Banco de Desenvolvimento da América Latina e US$ 48 milhões do Estado. Acreditamos que os investimentos vão fomentar a atividade turística na região e, é claro, melhorar a qualidade de vida do nosso povo.
No entanto, nosso turismo não se restringe ao Jalapão. Nossas belezas naturais estão distribuídas em outras regiões, a exemplo do Cantão, das Serras Gerais. Pensando em intensificar a visitação aos nossos atrativos, apresentamos um projeto de Roteiro Integrado de Turismo para os estados que compõem o Fórum Brasil Central. Esse projeto visa fomentar e divulgar nosso turismo em outros estados brasileiros e em nível internacional.
 
Primeira Página - O que foi realizado na área da infraestrutura até o momento?
Marcelo Miranda -  Neste ano, destacamos uma atenção especial à infraestrutura. Sabemos que nossas estradas e divisas são meios de escoamento para a produção agrícola, rota de turismo para visitantes e trabalho para a população. E, para atender bem toda essa demanda, estamos cuidando das nossas estradas, revitalizando rodovias, reconstruindo, construindo, pavimentando em todo o Tocantins, de norte a sul.
Estamos reconstruindo cerca de 1,5 mil quilômetros de rodovias estaduais. Essas obras integram o Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS). Além dos serviços de reabilitação e reforço estrutural no pavimento asfáltico, as vias estão recebendo melhorias no sistema de drenagem e na sinalização.
Além das estradas, estamos cuidando das pontes, que são de extrema relevância para a locomoção, o transporte e a mobilidade. Com certeza, todas essas obras irão impactar positivamente a vida de muitos tocantinenses e proporcionar melhorias para a comunidade.
 
Primeira Página -  O senhor fala muito em planejamento. Nesse sentido, o que podemos esperar de investimentos a serem feitos no Estado ainda em sua gestão?
Marcelo Miranda -  Desde que assumi o Governo, tenho buscado meios para alavancar o desenvolvimento do Tocantins. E, uma das formas de incrementar a economia é a busca de parceiros que queiram investir. Minha obrigação é contribuir com a construção do Tocantins; e sabemos que isso acontece em médio e longo prazo.
Recebemos, da União, o aval para contratar operações de crédito no valor total de R$ 600 milhões com a Caixa Econômica e o Banco do Brasil, o que vai possibilitar a contratação de obras importantes demandadas pela sociedade, como a construção do Hospital Geral de Araguaína, a reforma e ampliação dos Hospitais Regionais de Palmas e Gurupi. Com recursos do Banco Mundial e investimentos de US$ 300 milhões, vamos ampliar a malha viária do Tocantins, construindo asfalto, pontes e bueiros em estradas que ainda não foram pavimentadas. Vamos, também, construir a ponte sobre o rio Tocantins em Porto Nacional, o que vai contribuir com o crescimento econômico do Tocantins dando continuidade ao processo de desenvolvimento do Estado, interligando o sistema logístico da região.
  
Primeira Página -  Estando a um ano das próximas eleições, começaram as especulações sobre o cenário eleitoral para o próximo ano. Governador Marcelo Miranda, o senhor é candidato?
Marcelo Miranda -  É natural que todos aqueles que estejam à frente da gestão pública tenham seu nome citado para disputar um novo pleito eleitoral. Para o momento, eu estou trabalhando, cumprindo o dever de casa, executando o que foi planejado e propondo constantemente novas ações em prol do desenvolvimento do nosso Tocantins. Estou honrando os votos que me foram dados e é por eles que eu trabalho diuturnamente. Por esses votos, eu tenho mais um ano de muito trabalho e esse é o meu foco: trabalhar para que eu possa, enquanto gestor público deste Estado, contribuir com a melhoria de vida da população e o desenvolvimento do Tocantins. Vamos deixar para falar de eleições em 2018.

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins