Clique aqui e leia a versão digital
Nº 1264 ano 2017
Data:

Principal Estado


Reuniões do GCF debatem produção agrícola e desmatamento na COP 23

Participaram pelo Tocantins o subsecretário da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Fabio Lelis, e o diretor de Instrumentos de Gestão Ambiental da pasta, Rubens Brito.

Por: Divulgação
13/11/2017 18h:25min Atualizada em 13/11/2017 18h:48min
Foto: Divulgação
A primeira reunião teve o tema ligado à produção agrícola e o desmatamento tropical.

Dois momentos importantes envolvendo a Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Floresta (GCF) aconteceram dentro da programação da 23ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática, COP 23, realizada em Bonn, na Alemanha, nesta segunda-feira (13). Participaram pelo Tocantins o subsecretário da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Fabio Lelis, e o diretor de Instrumentos de Gestão Ambiental da pasta, Rubens Brito.

A primeira reunião teve o tema ligado à produção agrícola e o desmatamento tropical. Representantes dos estados que integram o GCF debateram estratégias para diminuir o desmatamento tropical e a degradação florestal, acelerando a recuperação florestal, em harmonia com a produção de alimentos. Tudo isso aliado à redução do desmatamento e das emissões de gases de efeito estufa, e à melhoria dos meios de subsistência para produtores locais e comunidades dependentes da floresta.

As florestas tropicais são conhecidas pela sua diversidade biológica e cultural. Elas também representam uma oportunidade importante de prevenir mudanças climáticas catastróficas, potencializando mais de um quarto das reduções de emissões de GEE necessárias até 2030, pois contribuem diretamente para a estabilidade da circulação climática global através do balanço energético, segundo dados do GCF.

O outro momento envolvendo a Força Tarefa na Alemanha nesta segunda-feira foi um painel que também contou com a presença de representantes de estados subnacionais. Na ocasião foram realizadas perguntas sobre questões pontuais sobre projetos, resultados e desafios enfrentados pelos estados aos dirigentes presentes. O subsecretário Fabio Lelis representou o Governo do Tocantins na reunião.

Amazon Bonn

A COP 23 acontece desde o dia 6 e segue até 17 de novembro. Nesta terça-feira, dia 14, acontece o Amazon Bonn, no Museu de Bonn, considerado o “Dia da Amazônia” no encontro internacional. O evento vai ser encabeçado pelos próprios governadores dos estados do bloco amazônico e será um espaço de articulação em defesa do desenvolvimento sustentável da Amazônia brasileira, sua biodiversidade, e ainda para mobilização de novos recursos de cooperação internacional, iniciativa privada e outros parceiros.

Na pauta levada pelo Tocantins, apresentada pelo governador Marcelo Miranda, estarão projetos desenvolvidos no estado em prol da conservação de florestas, mudanças do clima e o combate ao desmatamento.

Às 8h45, o governador participa de debate sobre a cooperação e o financiamento internacional para a proteção das florestas, enfrentamento da mudança do clima e promoção do desenvolvimento sustentável na Amazônia e as perspectivas de lideranças brasileiras e internacionais. Participam, além dos demais governadores da Amazônia Legal, o ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, o governador do Pará, Simão Jatene, representando o Fórum de Governadores da Amazônia Legal, o ministro de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha – BMZ, Gerd Müller, o ministro do Meio Ambiente da Noruega, Vidar Helgesen, a ministra de Energia e Mudanças Climáticas do Reino Unido, Claire Perry, o diretor executivo do IPAM André Guimarães, representando a sociedade civil, e o cacique Raoni Kayapó representando os povos indígenas.

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins